Com estudar com a sua irmã quando ela estuda com você?

01:00 0 Comments A+ a-

Imagem retirada do site rubenerd.com
Olá meus queridos leitores, hoje é um tema bem especial para mim, já que estou passando por isso essa semana, que tenho prova e projeto para fazer na faculdade. Como estudar com uma irmã que estuda com você?
Parece fácil, mas na verdade, se provou ser um grande desafio ultimamente. Mas antes de falar sobre isso, vou apresentá-la. Ana Carla é minha companheira de faculdade e acabou se tornando minha irmã, ela é mais nova do que eu três anos, então imaginem como é? Rotina, casa, afazeres totalmente distintos e na hora de estudar, nós temos os nossos próprios métodos, como misturar isso?

Já tentaram estudar com algum amigo ou com um grupo deles? Eu tentei algumas vezes, e admito que poucas vezes consegui, pois eu sempre quero focar nos estudos e é claro que amigos quando se reúnem a bagunça está feita e a desconcentração sempre acontece. Mas estudar com irmã é completamente diferente! A Ana é perfeccionista e eu sou detalhista, nós conseguimos unir nossas qualidades, tirar o melhor de nós, entretanto os defeitos também aparecem – Aí só resta a paciência, virtude que não tenho e ela tem de sobra.
É divertido estudar com ela, uma irmã te compreende, conhece todas as suas deficiências, e aquilo que você sabe também. Com isso ganhamos tempo, pois já procuramos saber o que cada uma não entende em determinada matéria e uma ensina a outra – Lembro-me de Matemática Financeira, que este anjo abençoado passou o semestre me ajudando e eu consegui passar. Outro ponto forte de estudar com uma irmã, é que frequentemente estamos repassando o que foi visto em sala e até em conversas cotidianas a gente lembra de algo da disciplina – Divertido é quando estamos em sala de aula, quando o professor fala alguma coisa que nos faz lembrar algo que aconteceu com a gente ou tem uma pergunta na prova que as duas estudaram e ambas começam a rir ao mesmo tempo.
Nós duas fazemos juntas o Projeto e trabalhos, o legal é que sempre estamos complementando algo uma da outra, pois eu sou boa em dá ideias e organizá-la, a Ana é ótima com as palavras – ela deve conhecer o dicionário de sinônimos inteiro! Quando estamos juntas parece que as ideias surgem do nada e como eu gosto de cronometrar o tempo, de pôr tudo em planilhas e ser rígida com as metas, ela se adapta com facilidade, curiosa e prestativa, assim dá sempre certo.
Imagem retirada do Google
Mas como nem tudo é um mar de pétalas de rosas, e sempre existem espinhos, a pior parte é o defeito das duas. Às vezes, uma acorda com o pé esquerdo e parece que o dia está nublado, tem dias que parece que tudo vai dá certo e do nada alguma coisa muda, como trabalhar com isso? É raro, mas já aconteceu de a gente brigar na hora de fazer o desenvolvimento do seminário – as duas começaram a chorar, mas faz parte –, não encontrávamos uma solução para o problema, mas depois que o estresse passou, a solução era tão besta e tão óbvia que começamos a rir uma da cara da outra. Às vezes é ruim, estudar com a sua irmã, por que a gente sempre encontra um assunto para conversar e nos desconcentramos, aí o tempo passa e puff, outras tarefas aparecem. A saída é que na hora do estresse é sempre bom dá uma pausa, conversar sobre algo que não tem nada relacionado com o assunto e depois revisar aquilo que já foi feito, já que a resposta pode estar ali e nem sequer foi notado, e quando os assuntos ultrapassarem o horário de estudo, estabeleça uma meta, um horário, quanto tempo vamos estudar, buscar focar naquilo, fazer do estudo um entretenimento e não uma obrigação.

Estudando com a sua irmã você aprende muito mais que uma disciplina, você aprende a lhe dar com outras pessoas, a trabalhar em grupo e ouvir outras opiniões, você começar a ver de outra forma, e aprende também a expressar aquilo que você pensa, a dá sua opinião de forma construtiva e ver que estudar com outra pessoa não é algo de sete cabeças e que é possível sim, claro que haverá obstáculos, mas eles estão ali para sempre ultrapassados, o importante é buscar aprender até nos pequenos detalhes, e se divertir com a sua irmã também. Espero que tenham gostado, até a próxima! 

Graduada em Processos Gerenciais. Apaixonada por automobilismo e esportes em geral, sou Corinthiana e Rojiblanca de coração. Amo ler e assistir filmes e séries. Gosto de conhecer novas culturas e tenho um carinho especial pela Cultura asiática e árabe.