GP3 Series: Nova Temporada de 2016

00:01 0 Comments A+ a-

Imagem retirada do site motorsport.com
Olá meus queridos leitores, bom acho que entre os dias 13 e 15 deste mês vai ser muito movimentado, já que a temporada de 2016 da GP3 series inicia no Circuito de Montmelo, nos mesmos dias que o GP da Espanha e o início da temporada de GP2. Composto por nove provas, a novidade desse ano é o Circuito de Sepang na Malásia.

A sétima edição da categoria inicia sua temporada compartindo o Circuito de Montmelo com a GP2 e o Grande Prêmio da Espanha de Formula Um, sendo uma grande oportunidade para os jovens pilotos mostrarem o seu potencial. A última corrida acontecerá no fim de novembro no Circuito de Abu Dhabi.

Após a corrida na Espanha, a GP3 series terá uma pausa e durante todo o mês de julho poderá ser acompanhado oito corridas nos circuitos de Red Bull Ring, Silverstone, Hungaroring e Hockenheimring. E a novidade do calendário é o retorno do circuito de Sepang que coincide com o Grande Prêmio da Malásia e Fórmula Um.

Mahaveer Raghunathan, primeiro piloto indiano na categoria, declarou no motorsport.com que seu objetivo é marcar pontos, e quem sabe conquistar um pódio. Tatiana Calderón, que também debutará nesta temporada, em uma recente entrevista concedida para o Planeta Deporte, diz que espera aprender com seus companheiros e que pretende brigar por pódios.


O piloto catalão Alex Palou, que teve sua primeira vitória no Circuito Yas Marina encerrando a temporada passada, continua na categoria sendo um dos protagonistas dessa temporada. Seu companheiro de equipe Steijn Schothorst, que é mais um dos estreantes da temporada, tem como meta principal fazer com que seja um grande ano.

Circuito de Barcelona

Ano passado, Alex Palou estreou no circuito de Montmelo, mas teve um fim de semana difícil e não marcou pontos. Na primeira corrida, o vencedor foi Esteban Ocon, que apesar do Safety Car ter aparecido, conseguiu controlar a corrida. Na segunda corrida, o protagonista foi o britânico Jann Mardenborough, um dos pilotos que mais conquistou posições e terminou em terceiro, logo atrás de Eriksson e Kirchhofer.

Velocidade média da primeira corrida (2015): 155.556 km/h
Melhor tempo da primeira corrida (2015): 1:38.997
Velocidade média da corrida sprint (2015): 165.775 km/h
Melhor tempo da corrida sprint (2015): 1:38.197

Graduada em Processos Gerenciais. Apaixonada por automobilismo e esportes em geral, sou Corinthiana e Rojiblanca de coração. Amo ler e assistir filmes e séries. Gosto de conhecer novas culturas e tenho um carinho especial pela Cultura asiática e árabe.