Historia & Conversas

Histórias & Conversas com o blog Indicar Livros

03:00,2 Comments

Olá meus queridos leitores, hoje tenho uma convidada especial. No histórias & Conversas de hoje, vocês vão conhecer a Tay e o seu encantador blog Indicar Livros. Antes de tudo, gostaria de desejar felicidades para ela, pois hoje é seu niver, parabéns linda e muito sucesso. 

Vamos deixar de conversa, agora vou deixá-los em ótimas mãos!

Olá leitores, como vocês estão?
Meu nome é Taynara Batista de Paula Mello, prefiro ser chamada de Tay ou Tata. Faço 23 anos dia 30/09, sou casada a 4 anos, não tenho filhos, só uma filha peluda de quatro patas que se chama Frida. Sou viciada em livros, gosto de ouvir música pop internacional e assistir filmes e séries. Decidi criar o blog em dezembro de 2015, pelo fato de alguns amigos pedirem recomendação de livros. O processo de criação não foi fácil, eu não entendia nada da blogosfera, seguia algumas blogueiras, mas não tinha noção de como começar. Assisti vídeos ensinando a começar o blog do zero, como interagir com os leitores, desenvolver HTML e etc. (resultado não aprendi HTML até hoje)
A escolha do nome do blog não foi difícil, sempre os amigos perguntavam qual livro eu ia indicar para eles. No começo não sabia desenvolver uma resenha, trazer os pontos positivos e negativos, ainda estou em fase de aprendizado, mas já melhorei 40%. O maior desafio que encontro em manter o blog é a criatividade em fazer post.
Não parei pra pensar nas qualidades do meu blog, sempre tive em mente que preciso melhorar a escrita, tirar boas fotos e ter um layout que seja fácil de utilizar tanto no PC quanto no celular, claro isso é o básico.
Pra dar conta de tudo, eu queria ter clones, vários. Eu e meu marido montamos uma fábrica de doces, estamos no mercado a 4 anos, eu trabalho das 6:00hs ao 12:00hs na empresa, tenho 2 horas de almoço e no período da tarde faço post para o blog, gravo vídeos, atualizo redes sociais, e a noite faço faculdade de administração de empresa até as 21:00hs, depois limpo a casa e respondo comentários. Não é fácil, mas quando entrei pra esse muito da blogosfera estava ciente da responsabilidade.
Tive o primeiro contato com um livro aos 14 anos, depois disso não parei, até 2014 tinha anotado em um caderno os livros que já tinha lido, contando com os que tinham em casa e com os lidos da biblioteca, era um total de 137 livros lidos, agora já não faço ideia. 
A série crepúsculo e alguns livros de Nora Roberts foram os primeiros livros que li na adolescência, na época nutria uma paixonite por Edward, e achava incrível como Nora Roberts conduzia os personagens. Agora acho os romances de Nora Clichês, nenhuns dos livros me influenciaram na adolescência. Gente, se eu fosse um livro eu queria ser escrito por Jane Austen, estou lendo o livro Razão e Sensibilidade e estou fascinada com a escrita. 
Tenho vários livros favoritos, mas não consigo tirar “A Culpa é das Estrelas” do topo. Considero-o como um livro de reflexão, inspiração. Já imaginou como seria a sua vida se você descobrisse um câncer? Em que você investiria o seu tempo se soubesse que não há mais possibilidades de cura, apenas de prolongar ao máximo os seus dias? Hazel e Augustus sofrem de câncer, eles se apaixonam e tenta tirar o máximo de cada dia que passam juntos, afinal, eles podem ser escassos. Um ponto negativo sobre a obra é que senti falta da amizade com pessoas que não tinham câncer. Parece que todos os que não passam pela experiência da doença são insensíveis ou não tem tempo para “lidar com doentes”.
O que mais me inspira ao escrever um post é ler nos comentários a opinião dos leitores seja positiva ou negativa, gosto quando eles apontam o que não gostou ou o que amou em um livro. Assim, quando vou fazer uma resenha procuro identificar esses prós e contra pra esclarecer o melhor possível para o leitor, outro item também, é trazer os livros desconhecidos, procurando sair da modinha.
Tenho vontade de ir à Inglaterra, Holanda e França, especificamente em Londres, Amsterdã e Paris. Em Londres iria ler os livros da Julia Quinn, Jane Austen e Sylvia Day, são autoras que despertaram essa vontade de ir a Londres, para ler em Amsterdã levaria o Lago Negro da Juliana Daglio e por fim em Paris levaria o Diabo veste Prada, nada melhor que levar um livro que aborda questões da moda, para um lugar que ostenta elegantemente seu status de capital da moda, luxo, criação e compras.

Não esqueçam de dar um passadinha para conhecer o blog Indicar Livros. Até a próxima!

You Might Also Like

2 comentários:

  1. oi flor, tudo bem?

    obrigada pelos parabéns, e por ter esse espaço maravilhoso.
    adorei participar do Histórias e Conversas, espero ver outras
    histórias aqui também. sucesso pra você e o blog. beijos lindona

    Taynara Mello | Indicar Livros
    www.indicarlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz 23 anninhos Tay, aproveita bem o seu dia.
      Beijocas!

      Excluir