Mariana de la Noche

09:46 0 Comments A+ a-

Título no Brasil: Mariana da Noite
Título Original: Mariana de la Noche
País: México
Gênero: Novela
Roteiristas: Delia Fiallo e adaptado por Liliana Abud
Ano: 2003
Episódios: 135
Sinopse: Mariana é uma bela jovem inocente, mas o amor parece esquivar-se dela. Desde pequena leva consigo uma maldição que encheu de aflição sua vida. Humildade, paixão e a verdade serão seus guias pelo caminho até os braços do amor de sua vida e também aquele que irá acabar com a maldição.


Mariana Montenegro, é assim que se chama a jovem bela e inocente que desde pequena sofre com uma maldição. No povoado onde vive, todos os homens que se apaixonam por ela, cedo ou tarde terminam sua vida com um grave acidente. Filha de um homem poderoso e cruel que a superprotege, deixa ela isolada de tudo que ocorre no povoado. 

Mariana cresceu ao lado da sua tia Isabel e tem ela como uma mãe, vive também com sua irmã invejosa Chachi e sua tia fria Márcia. Com a inveja da irmã e as armações se sua tia, Mariana derrama muitas lágrimas e passa por muitos sofrimentos.

A novela possui um bom elenco com nomes conhecidos, além disso, recebeu dois prêmios da TVyNovelas 2004 para melhor Vilã e Vilão, sendo nomeado para outras cinco categorias. Neste mesmo ano ainda conquistou um Prêmio Bravo de melhor atriz para Patrícia Reyes Spíndola e outros setes prêmios Palmas de Ouro. 

Pode parecer só mais uma novela que passou no SBT e que não deu tanta audiência, apesar da popularidade não ser tão grande assim, ela também não foi um fracasso, tendo um nível razoável de telespectadores, acredito que os cortes feitos pela emissora, tenham sido um dos principais fatores para a falta de entendimento de quem assistia, causando a desistência de muitos. 

A primeira versão da novela Mariana de la Noche foi realizada na Venezuela em 1976, protagonizado por Lupita Ferrer, José Bardina e Ivone Altas, tendo como tema musical “Emmanuelle” de Fausto Papetti. Doze anos depois, uma nova versão foi feita neste pais, intitulada “Selva María”, protagonizado por Mariela Alcalá, Franklin Virguez e Hilda Abrahamz. 

Essas versões não tiveram tanta audiência, o motivo poderia ter sido o tema abordado. Tratando de incesto, um tema um tanto polêmico, nesta nova versão feita no México a explicação da obsessão do pai pela filha teve um desfecho diferente, que quem assistiu sabe do que estou falando. 

Para quem já assistiu outras novelas de Délia Fiallo, sabe muito bem como é o seu estilo. Há sempre um louco ou uma louca no povoado, segredos no passado que deixam a trama com mais suspense, troca de bebês, filhos que desconhecem sua origem e entre outras características marcantes dela que podem ser vistos em Esmeralda (1997), Rosalinda (1999), Kassandra (1992) e muitas outras. 

Mesmo sendo uma outra versão, Mariana de la Noche é uma oportunidade de nos encontrarmos com uma de tantas grandes obras de Délia Fiallo, que na minha opinião são geniais e muito interessantes. Espero que tenham gostado, até a próxima!

Resumo da minha opinião: Chartreux

Graduada em Processos Gerenciais. Apaixonada por automobilismo e esportes em geral, sou Corinthiana e Rojiblanca de coração. Amo ler e assistir filmes e séries. Gosto de conhecer novas culturas e tenho um carinho especial pela Cultura asiática e árabe.