Filmes & Series

[Filme 029] Feliz Natal (2005)

11:06,0 Comments

Título: Feliz Natal
Título original: Joyeux Noel
Gênero: Drama, Guerra, Histórico
Ano: 2005
País: França e Alemanha
Diretor: Christian Carion
Sinopse Adorocinema: Natal de 1914, em plena 1ª Guerra Mundial. A neve e presentes da família e do exército ocupam as trincheiras francesas, escocesas e alemãs, envolvidas no conflito. Durante a noite os soldados saem de suas trincheiras e deixam seus rifles de lado, para apertar as mãos do inimigo e confraternizar o Natal. É o suficiente para mudar a vida de um padre anglicano, um tenente francês, um grande tenor alemão e sua companheira, uma soprano.

Olá meus queridos leitores, faz um bom tempo que não falo de um filme e decidi fazer isso hoje. Escolhi um filme baseado em fatos reais e que tem a temática natalina. Mas vamos deixar de conversar e seguir com o filme. 

Filme baseado em fatos reais que aconteceram durante a 1ª Guerra Mundial. Na noite de 24 de dezembro de 1914, primeiro Natal que aconteceu durante a Grande Guerra, foi decidido uma trégua durante os dias de Natal. Alemães, franceses e escoceses celebram juntos no campo de batalha uma missa que foi muito emocionante, além deste ocorrido, eles compartem o que possuem de melhor (Champanhe, Chocolate, fotos de familiares, entre outros). No dia seguinte, cada grupo enterra seus mortos e após isso, não conseguem mais disparar em pessoas que compartiram esses últimos momentos e que agora são conhecidos. Seus superiores descobriram e não gostando da fraternização entre inimigos. 

Cada detalhe do filme pode ter uma simbologia que pode conter um relato da época ou uma mensagem para o telespectador. Uma das cenas que possuem significado é o prólogo do filme, onde alguns meninos recitam um discurso contra seu inimigo, eles se encontram em uma sala de aula e a imagem vai se aproximando de cada um lentamente. Para Valles (2014), esse início pode possuir três significados, sendo uma delas, que as crianças são ensinadas a ver o inimigo como alguém que deve ser morto, mostrando um dos horrores nas guerras.

Uma outra mensagem que o filme aborda sobre a guerra, é através dos personagens Jonathan, William, Ponchel e Jorg. Indicando que a guerra é algo tão estúpido, assim como o rancor e o ódio, que destroem algo tão lindo e uma iniciativa tão louvável como em um momento como aquele, confraternizarem juntos o Natal. 

Este gesto comovente que aparece no filme, emociona ainda mais quando descobrimos que ele ocorreu realmente, mas por se tratar de um filme que relata fatos que ocorreram na história, acredito que no final do filme deveria existir um relato sobre o que aconteceu com os personagens da história. 

Talvez uma das frases que mais marcaram foi a “morrer amanhã será ainda mais absurdo que ontem”, dita por Sprink. Tão curta e tão cheia de significado, pois assim como antes era inteiramente absurdo matar pessoas por interesses de outros e aceitar seus ideais indo contra aquilo que cada um acreditava e abandonando suas famílias, após confraternizarem juntos e se conhecerem, tornou-se ainda mais estúpido atirar em rostos agora já conhecidos.

A música possui um papel importante dentro do filme, ela contribui para unir os três grupos de soltados e juntos celebrarem a noite de Natal. Quando o príncipe herdeiro alemão pisoteia a gaita (Harmônica), isso nos leva a entender o fim do tempo confraternização. 

É um filme muito bonito e que indico para este natal, espero que gostem. Até a próxima!


DOVAL, Daniel. Feliz Navidad. Padres y Maestros. Publicación de la Facultad de Ciencias Humanas y Sociales, n. 312, 2007.

VALLÉS, Juan Enrique Gonzálvez. El reflejo en la narrativa cinematográfica del primer gran conflicto armado mundial: estudio de la historia y el discurso. Historia y Comunicación Social, v. 18, p. 319-333, 2014.

You Might Also Like

0 comentários: