[Resenha 035] Sem Promessas de Amor — Lilian Peake

09:57 0 Comments A+ a-

Título: Sem Promessas de Amor
Título Original: No Promisse of Love
Autor: Lilian Peake
Série: Julia—Cartão Postal, Nº 02
Páginas: 192
Ano: 1994
Editora: Nova Cultural
ISBN: 9788535100495
Classificação: 4/5

Sinopse: Destino — Suíça.
Atrações — Os Alpes, a neve, as flores... E um coração ferido.
Rolf Felder queria romances às dúzias, mas nenhum compromisso sério. Membro de uma tradicional família Suíça, proprietária de uma rede de hotéis, era rico o suficiente para procurar as aventuras em qualquer lugar do mundo.
Desiludido com as mulheres, não pretendia tornar a perder a cabeça ou o coração. Sentia atração por Abigail, sem dúvida. E um noivado viria ao encontro de seus interesses. Mas seria um negócio puramente comercial. Para Abigail, o amor estava sempre em primeiro lugar, e não aceitaria se casar com um homem que não a amava. A não ser que conseguisse fazer Rolf se apaixonar por ela...

“Trata-se de um acordo puramente comercial, sem promessas de amor”

Lilian Peake nasceu em maio de 1924, em Londres, Inglaterra. Tornou-se o que sempre quis ser, Jornalista. Trabalhou em diversos jornais e revistas da Inglaterra. Durante a Segunda Guerra Mundial ela decidiu ir viver no campo. Casou-se e naturalmente formou uma família, e foi a partir desse momento que começou a escrever romances. Ela faleceu no ano de 1997. Caminhos Cruzados, Amigos e Amantes, Um Sonho Distante e Sem Promessas de Amor, são algumas de suas obras.

“Ela estava vivendo um sonho. Um sonho que desejava ardentemente tornar realidade”.
Olá meus queridos leitores, hoje teremos a primeira resenha do ano e por este motivo decidi falar sobre o último livro que li em 2016. 

Sem Promessas de Amor é o segundo livro da série Julia, Cartão Postal e foi escrito por Lilian Peake. A autora sonhava desde criança em conhecer a Suíça e foi apenas após casar-se que ela conseguiu realizar seu sonho. É justamente na Suíça que acontece a história entre Rolf e Abigail. 

Abigail trabalhava com um arquiteto em uma empresa, entretanto, após seu chefe decidir se aposentar, a garota ficou sem trabalho, pois o sucessor insistiu em contratar sua própria secretária. Para sair um pouco desse momento ruim, Raymond, seu vizinho de quarto de uma casa alugada nos subúrbios de Londres, decidiu levá-la para conhecer sua cidade natal: Lucerna, na Suíça.

A autora descreve a cidade e o próprio país de uma forma encantadora, para quem gosta de viajar como eu, simplesmente se encanta com a riqueza de detalhes que ela cita. Não posso negar que foi a descrição do lugar que mais amei nesse livro. Em poucas palavras Lucerna é a cidade das montanhas e pontes, além disso possui um lago que serve de inspiração para poetas e compositores.

É nesta cidade cheia de encantos que Abigail descobre quem Raymond é na verdade, pois mesmo ele vivendo em um subúrbio de Londres, pertencia à uma grande família da Suíça. Embora toda a família tenha se encantado por ela, Rolf, irmão mais velho de Raymond, era frio e ela não teve uma boa primeira impressão dele. Diante de avisos do amigo sobre quem era seu irmão, Abigail formou uma imagem errada do rapaz.

Abigail não quer ficar lá curtindo os dias de descanso e gastando o dinheiro do amigo, pelo contrário, queria ajudar em algum modo, nem que fosse na cozinha do Hotel da família. Essa personalidade determinada me fez gostar da personagem, mas ela também era prestativa e sempre disposta a ajudar os amigos. 

A história acontece de uma forma rápida e com uma boa descrição do ambiente e de como os personagens se encontram em cada situação, chegando a sentir o clima tenso de discussão ou momentos românticos entre Rolf e Abigail. 

A meu ver é uma história que encanta pelo modo como a escritora descreve o local e toda a sua cultura, como essas informações são colocadas entre os personagens no fazendo achar que estamos em Lucerna e nos envolvermos com os personagens. A forma como começamos a conhecer o Rolf no desenrolar da história, também é algo bastante interessante. Acredito que houve alguns momentos em que senti algo se perder, ou as coisas aconteceram de uma forma rápida e inesperada, o que me causou a impressão que a escritora tratava de terminar logo a história, mas isso não afetou seu modo de falar de Lucerna e nos deixar apaixonados pela cidade.

É um livro que eu indico para os apaixonados por romances e que amam viajar, em Sem Promessas de Amor, você certamente viajará pela Suíça e sentirá vontade de conhecer Lucerna um dia.


Até a Próxima! 

Talvez você possa se interessar por:  A Magia de Uma Paixão

Graduada em Processos Gerenciais. Apaixonada por automobilismo e esportes em geral, sou Corinthiana e Rojiblanca de coração. Amo ler e assistir filmes e séries. Gosto de conhecer novas culturas e tenho um carinho especial pela Cultura asiática e árabe.