Livros

[Resenha 037] Livre Para Amar

10:09,0 Comments

Título: Livre Para Amar
Título Original: Shadow of a Tiger
Autor: Jane Donnelly
Série: Julia, nº 830
Páginas: 125
Ano: 1994
Editora: Nova Cultural
Classificação: 3/5

Sinopse: Alice tinha tudo para atrair o sexo oposto: beleza, inteligência, sensualidade e senso de humor. Mas não queria compromisso, e quando a relação começava a ficar séria, ela partia sem olhar para trás. Mas Ivan Blackmore não era previsível como os homens que havia conhecido anteriormente. E, pior ainda, Alice, não sabia se ia querer partir quando ele falasse em casamento!
Jane Donnelly começou a ganhar a vida trabalhando, ainda adolescente, como re­pórter. Quando se casou com o editor do jornal, colaborou durante algum tempo com uma revista feminina e escreveu seu primeiro romance para a Mills & Boon enquanto cuidava da filha. Hoje, ela mora num chalé cercado por roseiras perto de Stratford com a filha, quatro cães e uma va­riedade de animais recolhidos pelas ruas. Além de escrever ela gosta de viajar, nadar, caminhar e desfrutar da companhia dos amigos. 
Olá meus queridos leitores, como vocês estão? 

Bom, vamos falar de mais um livro da Nova Cultural, 2017 e seus romances. Este livro foi escrito por Jane Donnelly e não tenho muito o que falar da capa, apenas que é um retrato que me ajudou a imaginar os personagens. 

Em Livre Para Amar conhecemos Alice Ashby, uma mulher loira, com altura de manequim e um certo ar de frieza. Era desejada e alguns achavam que ela era uma companheira ideal. Mas Alice não queria compromissos definitivos, não queria casar-se e estava disposta a permanecer com seu estado civil atual. Inteligente e dedicada à sua carreira, pois trabalha em um escritório de relações públicas, era o negócio que seu falecido pai havia começado.

Todo o seu modo de pensar, sobre relacionamentos duradouros, mudou com a chegada de Ivan Blackmore, um homem de traços marcantes, olhos e cabelos escuros. Com a sensação de já ter visto ele antes, a história ganhou um mistério em torno disso, fazendo o leitor se perguntar se ele já fez parte da vida dela e onde eles haviam se conhecido? Ele seria o homem que invadiu seu quarto há quatro anos?

Na minha opinião foi uma boa história, recordo que terminei entre um ou dois dias, já que tinha trabalhos da escola para fazer e me senti entretida. Gostei da personagem da Alice, mas senti que ela modificou um pouco a personalidade inicial, eu tinha uma ideia dela e conforme ela começou a estar com o Ivan, ela foi mudando. Talvez tenha sido impressão minha, mas foi o que senti e o que me fez não gostar tanto como eu queria. 

Espero que tenham curtido, até a próxima!


Você também poderia se interessar por A Bela e o Barão.

You Might Also Like

0 comentários: